Pular para o conteúdo
Voltar

Sete candidatos à vaga de ouvidor-geral da Defensoria Pública apresentam proposta de trabalho nesta quinta-feira (11/8)

No dia seguinte, sexta-feira (12/8), das 8h às 14h, representantes de 76 entidades civis habilitadas para votar, definirão a lista tríplice dos que serão sabatinados pelo Conselho Superior do órgão
Marcia Oliveira | Assessoria de Imprensa da DPMT

Audiência pública dará espaço para sete candidatos expressarem seus planos, caso seja eleitos - Foto por: Amarílis França
Audiência pública dará espaço para sete candidatos expressarem seus planos, caso seja eleitos
A | A

A Defensoria Pública de Mato Grosso fará audiência pública híbrida, presencial e virtual, nesta quinta-feira (11/8), às 9h, no auditório Rejane Iara Snidarsis, para que os sete candidatos à vaga de ouvidor-geral do órgão apresentem seus planos de trabalho, façam a defesa de suas candidaturas e peçam votos.

A escolha do novo nome é feita ao final de um processo com várias etapas, que inicia com a candidatura dos interessados; passa pela habilitação das entidades civis para que tenham um representante votando em até três nomes, até a realização da audiência pública de apresentação dos candidatos. No dia seguinte, 12 de agosto, das 8h às 14h, os representantes das entidades habilitadas votam e definem a lista tríplice.

A Comissão Eleitoral do processo, composta por três defensores e presidida pela defensora Fernanda Maria Cícero de Sá França, de posse da lista com os três nomes, a encaminhará para o Conselho Superior da DPMT, que em sessão ordinária, no dia 19 de Agosto de 2022, às 8h30 (horário de Mato Grosso), fará sabatina oral com os três mais votados e em seguida, a escolha de um deles.

O nome do eleito no processo é encaminhado para o defensor público-geral que tem até cinco dias para fazer a nomeação do escolhido. 

Audiência - Nesta quinta-feira, os candidatos inscritos terão a oportunidade de se apresentarem, informarem as experiência de trabalho e vida que acumularam, quais são suas formações acadêmicas, explicar como entendem a função de ouvidor-geral na Defensoria Pública de Mato Grosso e pedir o voto dos representantes das entidades. 

O ouvidor-geral tem a responsabilidade de fazer a interlocução entre a população do Estado e a Administração Superior do órgão, buscando e sugerindo soluções para problemas práticos, que impactam na eficiência da prestação do serviço. O atual ouvidor, Cristiano Preza, foi responsável, em dois mandatos, entre outras inúmeras iniciativas, por criar canais virtuais de comunicação com a comunidade, que ampliaram de dois mil para 20 mil o número dos atendimentos em um ano.

Candidatos - Sete pessoas se inscreveram para vaga de ouvidor-geral da DPMT: Breno Gabriel Soares França Signori; Carlos Alberto Chagas Da Silva; Danilo Manfrin Duarte Bezerra; Getúlio Pedroso Da Costa Ribeiro; Jonas Dos Santos Mendes; Júlio Cesar Mendes Da Silva e Sonia Simone Miranda. Para ler sobre a convocação oficial, acesse o link. A audiência será transmitida, ao vivo, pelo canal da DPMT no Youtube.