Pular para o conteúdo
Voltar

Defensoria Pública participa de seminário sobre práticas restaurativas nos dias 22 e 23; inscrições terminam hoje (16)

“Seminário Estadual Cultivo da Paz - Práticas Restaurativas no Estado de Mato Grosso”, promovido pelo Poder Judiciário, vai ocorrer nos dias 22 e 23 de setembro, em Cuiabá; defensora Kelly Monteiro vai atuar como debatedora no painel sobre “Princípios e Valores Restaurativos nas Políticas Públicas”, no dia 23, a partir das 9h30
Alexandre Guimarães | Assessoria de Imprensa/DPMT

A | A

As inscrições para o “Seminário Estadual Cultivo da Paz - Práticas Restaurativas no Estado de Mato Grosso” serão encerradas nesta sexta-feira (16). O evento, promovido pelo Poder Judiciário, com a participação da Defensoria Pública, ocorrerá nos dias 22 e 23 de setembro, no auditório Gervásio Leite, na sede do Palácio da Justiça, em Cuiabá.

Na manhã da próxima sexta-feira (23), a defensora Kelly Monteiro vai atuar como debatedora na discussão sobre “Princípios e Valores Restaurativos nas Políticas Públicas”.

“Penso ser interessante contribuir com o evento relatando as vivências de nossos assistidos enquanto usuários da assistência social e experiências restaurativas que eles passam diante da condução dos nossos atendimentos junto à equipe multidisciplinar da Instituição”, destacou Kelly.

O seminário é direcionado a defensores, magistrados, servidores do Judiciário, gestores judiciários, facilitadores de círculos de construção de paz (incluindo aqueles em formação), profissionais da educação e voluntários interessados.

Clique aqui para acessar o formulário de inscrição.

O evento tem como objetivo a implantação e expansão do programa de Justiça Restaurativa no Poder Judiciário, seguindo a Resolução nº 225 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), visando difundir a cultura da pacificação social e a política nacional de solução adequada de conflitos.

 A abertura do seminário será feita pela presidente do Tribunal de Justiça, desembargadora Maria Helena Póvoas. Entre os palestrantes, está o juiz membro do Comitê Gestor da Justiça Restaurativa do CNJ, Egberto de Almeida Penido, titular da Primeira Vara Especial da Infância e Juventude de São Paulo.

Mais informações pelo telefone: (65) 3617-3617.