Pular para o conteúdo
Voltar

Gestão agradece foco, eficácia e empenho de trabalhadores em comemoração ao Dia do Servidor Público

Em vídeo apresentado durante reunião, servidores relatam a importância, a seriedade e o compromisso com o qual desempenham a função de servir ao cidadão mato-grossense
Marcia Oliveira | Assessoria de Imprensa da DPMT

Administração Superior da Defensoria Pública reúne-se com servidores para comemorar dia do trabalhador - Foto por: Marcia/Jéssica
Administração Superior da Defensoria Pública reúne-se com servidores para comemorar dia do trabalhador
A | A

A Administração Superior da Defensoria Pública de Mato Grosso reuniu-se com servidores da sede administrativa do órgão, no fim da tarde de quinta-feira (27/10), para agradecer o empenho, a dedicação e felicitar os trabalhadores do órgão pelo Dia do Servidor Público, comemorado nesta sexta-feira (28/10). Durante o encontro, um mini-documentário, mostrando a rotina do servidor, em vários Núcleos e unidades, com declarações de alguns deles sobre o valor de suas funções, foi exibido.

O audiovisual, com duração de 30 minutos, foi produzido pela equipe de Qualidade de Vida lotada na Gestão Funcional da Instituição e além de apresentado na reunião, o filme que emocionou aos presentes, foi enviado por e-mail a todos os trabalhadores da Defensoria Pública.

O defensor público-geral, Clodoaldo Queiroz, afirmou aos servidores do órgão que enxergou diligência, esmero e atenção no trabalho desenvolvido por eles nos últimos quatro anos e ressaltou que os resultados positivos atingidos pelo órgão, no período de sua gestão, só foram possíveis graças a esse empenho e  dedicação da área meio, que garante aos profissionais da área fim, os defensores públicos, condições de desempenharem suas funções junto à população.

“Em todas as declarações públicas que dou, faço questão de lembrar que, na Defensoria Pública de Mato Grosso, fazemos trabalhos eficazes e similares aos de outras Defensorias no país, com um número até duas vezes menor de servidores, se comparados aos deles. Graças a vocês, com pouco espaço, sem condições de trabalho adequadas, às vezes trabalhando com barulho, temos muito a agradecer por terminar essa gestão com a sensação de dever cumprido”, agradeceu Queiroz, afirmando que na ocasião também se despedia da equipe como defensor-geral.

O primeiro subdefensor público-geral, Rogério Borges Freitas afirmou que o dia era especial e um momento de agradecer. “Só queremos agradecer pelo trabalho árduo de todos, sem exceção, que deram o seu melhor. Somos 168 servidores na sede administrativa que trabalham para que o cidadão vulnerável de Mato Grosso seja bem atendido na ponta”.

A segunda subdefensora pública-geral, Gisele Chimatti, lembrou que no próximo ano voltará para a sua função de origem, mas que deixa a Administração com a impressão de ter feito o trabalho de destravar e dar fluidez para os processos da área. “Quando chegamos não sabíamos por onde começar, a sensação era de estar diante de uma roda quadrada, de tantos entraves que haviam para o processo rodar. Agora, olhando para o trabalho feito, acredito que avançamos 20 anos em quatro, com apoio de vocês aos atos da gestão”.

A secretária executiva, Luziane de Castro, encerrou os agradecimentos afirmando que só tem uma palavra para expressar o que sente pelos servidores: gratidão. “Vocês são muito aguerridos, abraçaram e abraçam nossas causas e enxergamos que somos vários corações verdes movendo esse motor, a Defensoria Pública, para que o cidadão carente, vulnerável de Mato Grosso tenha acesso à Justiça e aos seus direitos”.

Trabalho - Ao longo dos últimos quatro anos a Defensoria Pública de Mato Grosso reformou e padronizou mais de dez Núcleos de atendimento ao cidadão em todo o Estado, possibilitando que as pessoas atendidas localizem facilmente o órgão e tenham um lugar adequado com banheiro, água e climatização, adaptado para deficientes, enquanto aguardam atenção. 

Nesse período, a presença do órgão foi ampliada em 30 novos municípios, o parque tecnológico e a estrutura de acesso à internet, até então defasados e incompatíveis com as necessidades do órgão, foi substituída e melhorada; o sistema de progressão e lotação de membros na carreira foi organizado e oficializado; 20 novos defensores foram empossados e atualmente o órgão realiza dois novos concursos para defensores e servidores.

 

Paralelo a isso, a Defensoria Pública estruturou a rotina nas unidades administrativas, estabeleceu fluxos oficiais de trabalho, capacitou servidores e defensores nas mais diversas áreas de conhecimento; levou atendimento ao cidadão por meio de mutirões e projetos tais como o Ribeirinho Cidadão e o Defensoria Até Você e, para que todas essas ações pudessem ser efetivadas, a atuação do servidor público foi fundamental.