Pular para o conteúdo
Voltar

Defensor realiza palestra sobre combate ao racismo para mais de 200 estudantes do Ensino Médio em Canarana

Na manhã de hoje (dia 18), o defensor André de Santi ministrou uma palestra sobre violência racial, cotas e combate ao racismo para mais de 200 alunos da Escola Estadual Paulo Freire, em Canarana (823 km de Cuiabá)
Alexandre Guimarães | Assessoria de Imprensa/DPMT

Divulgação
A | A

Na manhã desta sexta-feira (18), o defensor André De Santi ministrou uma palestra sobre o combate ao racismo, em alusão ao Dia da Consciência Negra, celebrado neste domingo (20 de novembro), para mais de 200 alunos do Ensino Médio da Escola Estadual Paulo Freire, em Canarana (823 km de Cuiabá).

“O combate ao racismo no Brasil é um tema que sempre merece estar em pauta, sobretudo quando se verifica, em dados divulgados pelo IBGE, que mais de 50% da população brasileira é preta ou parda, e essa população apresenta indicadores piores de renda, de moradia, escolaridade etc.”, afirmou De Santi.

No ano passado, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística divulgou que, entre 2012 e 2021, aumentou 32% o número de brasileiros que se declaram pretos e quase 11% os que se declaram pardos.

Com isso, pretos e pardos agora representam 56% da população brasileira. Já o percentual de pessoas que se declaram brancas caiu para 43% nos últimos dez anos.

“Políticas públicas, como cotas raciais para o acesso a universidades e concursos públicos, têm reduzido a desigualdade racial no Brasil, mas essa disparidade ainda permanece alta. No evento, também conversamos sobre aspectos criminais do racismo e da violência racial”, detalhou o defensor.